História - O melhor do bairro de Toda Cidade, Belford Roxo, RJ

          

 

História de Belford Roxo / RJ

O atual território de Belford Roxo era habitado anteriormente pelos índios Jacutingas. Essas terras foram mapeadas pela primeira vez em um mapa elaborado pelo cripto judeu João Teixeira Albernaz, o moço em 1666 entre os rios "Merith, Simpuiy e Agoassu."

Alguns anos após a expulsão dos franceses, o Governador do Rio de Janeiro Cristóvão de Barros concede ao Capitão Belchior de Azeredo uma sesmaria às margens do rio Sarapuí, na antiga aldeia dos índios Jacutingas. Neste local, ele funda o Engenho de Santo Antônio de Jacutinga - atual município de Belford Roxo - e uma ermida para Santo Antônio é construída na encosta de uma colina a 750 metros da margem do Rio Sarapuí, próximo ao local estabelecido para atividades portuárias.

No limiar do século XVII, o Engenho de Santo Antônio de Jacutinga é desmembrado, surgindo, então, o Engenho Maxambomba (Nova Iguaçu) e Engenho do Poce (da Posse). No século XVIII um novo desmembramento (desta vez nas terras do Engenho do Maxambomba) faz surgir o Engenho Caxoeira (Mesquita), em terras que pertenceram ao Governador do Rio de Janeiro Salvador Correia de Sá e Benevides. Por mais de duzentos anos as terras mentiveram-se, por sucessão hereditária, sob o controle dos herdeiros de Salvador Correia de Sá e Benevides, família Correia Vasques.

 

Em meados do mesmo século XVIII, as terras do Engenho Santo Antônio voltam a ser desmembradas para formação de novos Engenhos: do Brejo e do Sarapuí. E no mesmo período as terras do Engenho Maxambomba foram desmembradas para formação do Engenho do Madureira (Bairro de Nova Iguaçu). 

 

Em 1767, em uma carta topográfica da capitania do Rio de Janeiro, feita por Manuel Vieira Leão, aparece claramente nesta região o Engenho do Brejo. O seu primeiro ocupante foi Cristóvão Mendes Leitão em 1739. 

 

A Baixada Fluminense é cortada pelo rio Sarapuí e é cercada por pântanos e brejais. Possuía em sua margem um porto para escoamento da produção: açúcar, arroz, feijão, milho, e aguardente.

Após uma sucessão de proprietários, em 1815, o Padre Miguel Arcanjo Leitão, que era proprietário das terras, em apenas um ano, vendeu-as ao primeiro Visconde de Barbacena, Felisberto Caldeira Brant de Oliveira e Horta, futuro Marquês de Barbacena.

Em 1843, Pedro Caldeira Brant, o Conde de Iguaçu - filho do primeiro visconde e marquês de Barbacena - assume a fazenda após o falecimento do pai, que ocorreu na cidade do Rio de Janeiro no dia 13 de julho de 1842.

Em 1851, a família Caldeira Brant vende a sua fazenda para o comendador Manuel José Coelho da Rocha.

Na segunda metade do século XIX a fazenda entrou em decadência devido a um surto de epidemias. O assentamento dos trilhos para a passagem da estrada de ferro Rio d"Ouro cortando a fazenda do Brejo em 1872, em terras doadas pelos descendentes de Coelho da Rocha, deram início a um movimento de reivindicação para transformá-la em linha de trem de passageiros, pois anteriormente esta ferrovia foi construída para a captação de água nas serras do Tinguá, Rio d"Ouro e São Pedro, com colocação de aquedutos ao longo de sua margem.

 

O "milagre das águas"

Em 1888, uma grande estiagem arrasa com a Baixada Fluminense. A Côrte também ficou sem água e Dom Pedro II ficou preocupado. A proposta que agradou a Dom Pedro II foi a do engenheiro Paulo de Frontin. Na proposta, o engenheiro se comprometia à captar 15 milhões de litros de água para a Côrte em apenas seis dias. Ele conseguiu e esse fato ficou conhecido como "milagre das águas".

O engenheiro Paulo de Frontin tinha um grande amigo e colaborador, um outro engenheiro maranhense que muito trabalhou a serviço dessas obras de abastecimento de água para o Rio de Janeiro, que se chamava Raimundo Teixeira Belfort Roxo , e que um ano depois veio a falecer. O Brejo, uma pequena vila depois de se chamar de Ipueras, Calhamaço Brejo, passa a chamar-se Belford Roxo, em homenagem a esse ilustre engenheiro.

 

Emancipação

Durante boa parte do Século XX o município era distrito do município de Nova Iguaçu. No dia 3 de abril de 1990 a Lei Estadual no 1.640 foi aprovada, sendo assim, Belford Roxo foi desmembrada de Nova Iguaçu. O município de Belford Roxo foi instalado em 1 de janeiro de 1993 e seu primeiro prefeito foi Jorge Júlio da Costa dos Santos, o "Joca". 

 

Turismo Cultural

Vila Olímpica

Localização: Nova Piam.

 

Bica da Mulata

Bica fundida no tempo do Império, é uma estátua de ferro com traços renascentistas. Marcou o início da água potável no Município e simboliza a deusa das águas.

Localização: Praça Getúlio Vargas, Centro.

 

Fonte Rosa
Localização: Bairro Santa Maria. 

 

Monumento à Bíblia

Localização: Praça Getúlio Vargas, Centro.

 

Praça Mario pereira Guedes
Praça com quiosques, teatro de arena, coreto, pista de skate e parque de diversão.
Localização: Parque São Vicente.

 

Igreja de Nossa Senhora da Conceição

Construção da década de 50 é patrimônio de Belford Roxo. Localiza-se no alto da torre da igreja, em céu aberto.

Localização: Rua Benjamin Pinto Dias, s/nº, Centro.

 

Indicadores

IDH: 0,742 (RJ: 59º) - médio PNUD/2000
PIB: R$ 2.989.323 mil (BR: 99º) - IBGE/2005
PIB per capita: R$ 6.219,00 IBGE/2005

 

População

Belford Roxo é um município brasileiro do estado do Rio de Janeiro. Localiza-se a 22º45"51" de latitude sul e 43º23"58" de longitude oeste, a uma altitude de 18 metros. A população estimada para 2008 foi de 495.694 habitantes.

Gentílico: belforroxense.

 

Área Geográfica

Clima:
Seu clima é tropical com temperatura média de 22°C. A menor temperatura registrada na cidade foi 6ºC em julho de 2000, e a maior de 41°C.

Vegetação:
Sua vegetação era formada por brejos como em toda a Baixada Fluminense.

 

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Belford Roxo, pelo decreto estadual n.º 641, de 1512- 1938, subordinado ao município de Nova Iguaçu. 

No quadro fixado para vigorar no período 1939-1943, o distrito de Belford Roxo figura no município de Nova Iguaçu.

Pelo decreto-lei estadual nº.1055, de 31-12-1943, confirmado pelo de nº 1056, da mesma data o distrito de Belford Roxo perdeu parte do território, desmembrado para constituir o novo município de Duque de Caxias e anexada ao distrito de Imbariê, do mesmo município de Duque de Caxias.

No quadro fixado pelo referido decreto-lei 1056, para vigorar no período de 1944-1948, o distrito de Belford Roxo permanece no Município de Nova Iguaçu.

Em divisão territorial datada de I-VII-1960, o distrito de Belford Roxo permanece no município de Nova Iguaçu.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de I-VII-1983.

Elevado à categoria de município com denominação de Belford Roxo, pela lei estadual n º 1640, de 03-04-1990, desmembrado de Nova Iguaçu. Sede no antigo distrito de Belford Roxo. Constituído do distrito sede. Instalado em 01-01-1993.

Em "Síntese" de 31-Xll-1994, o município é constituído do distrito sede.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

 

Fonte: www.wikipedia.org.br

 

 

Vá à luta! Veja quais delas ajudam a emagrecer e a tonificar o corpo

Socos e chutes estão entre as manias fit do momento. Além de ajudar a emagrecer e deixar o corpo sarado, modalidades que vão do MMA ao Kung-Fu prometem melhorar o condicionamento físico, a flexibilidade, e até o desempenho sexual! Conheça as aulas que viraram febre nas academias e escolha a sua.

AS LUTAS ESTÃO ENTRE OS HITS DAS ACADEMIAS

Musculação, corrida e aulas de spinning são bastante procuradas por quem deseja manter a boa forma e as curvas na medida. Mas agora dividem atenção com lutas como muay thai e jiu-jitsu, que têm conquistado cada vez mais público nas academias. Na rede Competition, por exemplo, 80% dos alunos das aulas de MMA são mulheres. “Elas descobriram os benefícios da luta. A perda rápida de peso é um grande atrativo e, dependendo da modalidade, queima-se entre 500 e 1500 calorias em uma hora”, diz César Patti, professor e membro do Conselho Regional de Educação Física de São Paulo. Pernas torneadas, barriga chapada e alívio do estresse também estão entre os ganhos de quem decide lutar. “No entanto, quem sofre com problemas nas costas, lombar e joelhos deve conversar com um médico antes de se matricular”, afirma. Confira as principais modalidades.

MMA

Como é a aula? Abreviação em inglês para Artes Marciais Mistas, o esporte da moda reúne técnicas e golpes de lutas como boxe, muay thay e jiu-jitsu. O MMA acontece dentro do octógono – um ringue com oito lados – mas, nas academias, é lecionado em uma espécie de tatame. “Os alunos se enfrentam. Apesar das turmas mistas, monto duplas de mulheres, para que se sintam mais à vontade”, afirma Bruno Steigerwald, professor da academia Reebok, em São Paulo.
Grau de dificuldade: por ser dividido em três níveis (iniciante, médio e avançado), o programa pode ser realizado por qualquer pessoa. Só não vale ter medo de cair no chão.
Partes do corpo mais trabalhadas: pernas, costas e abdômen são exigidos o tempo todo.
Bônus: “Melhora a coordenação motora, força e velocidade, além de estimular a disciplina e a autoconfiança”, diz Bruno.
Gasto calórico: uma hora de aula queima até 1500 calorias.

JIU-JITSU

Como é a aula? A maior parte da luta acontece no chão. O primeiro passo é aprender a cair, levantar e fazer os rolamentos. Vale imobilizar o adversário com golpes específicos da luta, como estrangulamentos, torções e encaixe de pernas e de braços. “A evolução do aluno com a troca de faixas varia de seis meses a um ano”, afirma Marcio Catenacci, professor da academia Bodytech.
Grau de dificuldade: alto. “É uma luta complexa. Pessoas que não praticam atividades físicas com regularidade ou com dificuldade de coordenação demoram mais para aprender”, diz o instrutor.
Partes do corpo mais trabalhadas: dá fim às gorduras da barriga e deixa pernas torneadas. Bônus: Além de flexibilidade e força, benefícios psicológicos entram em jogo. “Por ser puxado, as alunas se sentem estimuladas para melhorar cada vez mais. Segundo elas, melhora até a libido. Elas ficam mais autoconfiantes, sentem-se poderosas”, diz o instrutor.

KRAVA MAGÁ

Como é a aula? O método de defesa pessoal do exército de Israel tem como base movimentos de explosão e contra- ataque contra possíveis agressões. “O objetivo é livrar-se de uma situação de perigo, atingindo o alvo em pontos sensíveis, como olhos e garganta. Os alunos ainda aprendem a se esquivar de ataques com armas de fogo e facas”, diz Avigdor Zalmon, ex-militar israelense e instrutor do Centro Paulista de Krav Magá. Em um tipo de tatame, os praticantes treinam os movimentos e simulam a agressão em duplas.

Grau de dificuldade: baixo. Baseada em estratégias de defesa, não é necessário ter um superpreparo físico ou ser musculosa para começar a treinar.
Partes do corpo mais trabalhadas: por ter movimentos rápidos e variados, malha o corpo inteiro, em especial pernas, braços e barriga.
Bônus: você adquire senso de alerta e velocidade de reação. “Os alunos não só se livram da situação de risco, mas aprendem a evitá-la”, afirma o professor.
Gasto calórico: derrete até 800 calorias por hora.

MUAY THAI

Como é a aula? Também conhecido como boxe tailandês, tem como diferencial o maior uso dos pés, joelhos, cotovelos e punhos nos movimentos de defesa e ataque. “Golpes circulares e com a canela são pontos fortes da luta”, afirma Montanha Silva, instrutor da academia Bodytech, em São Paulo. O importante é manter o abdômen contraído o tempo todo, para intensificar os socos, chutes e joelhadas – e, de quebra, aguentar firme o ataque do adversário.
Grau de dificuldade: médio. “Muitas mulheres têm dificuldade em aprender as joelhadas”, diz o professor. A modalidade é indicada para quem já corre ou faz uma atividade aeróbica com frequência, pois o ritmo é intenso.
Partes do corpo mais trabalhadas: além da barriga “tanquinho”, também é possível definir braços e pernas.
Bônus: a agilidade, o fôlego, a flexibilidade e a concentração aumentam consideravalmente.
Gasto calórico: chega a gastar até mil calorias em uma hora de treino.

KUNG-FU

Como é a aula? De origem chinesa, a arte marcial é formada por exercícios que simulam o movimento dos animais, como o louva-a-deus e as serpentes. Por serem executados com força e precisão, todos exigem foco e um trabalho intenso de respiração. Podem ser usados acessórios, como bastões, lanças e espadas, que tornam a aula ainda mais puxada.
Grau de dificuldade: médio. Chutes altos e torções exigem coordenação e bastante flexibilidade.
Partes do corpo mais trabalhadas: coxas e glúteos, pois parte das posturas é feita com os joelhos dobrados.
Bônus: “Controla o estresse e favorece a convivência social”, afirma Marcio Ferreira, professor da Escola Peng Lai, em São Paulo.
Gasto calórico: de 500 a 800 calorias.

 

Fonte: http://revistamarieclaire.globo.com


Dicas de Beleza para Homens

Até alguns anos atrás, somente as mulheres se cuidavam, e aqueles homens que resolvessem se cuidar, se tratar, as pessoas achavam estranho e tinham um certo preconceito, afinal, homem não podia fazer esse tipo de coisa.

Porém, de alguns anos para cá, as coisas começaram a mudar, e felizmente, os homens passaram a se cuidar mais, se preocupar com a beleza, com a saúde, fazendo tratamentos de beleza, cuidando da pele, das unhas e tudo mais, agora o homem que se cuida nunca sai de moda!

Mas, sabemos que muitos homens desejam se cuidar, mas não sabem exatamente por onde começar, para ajudar, aqui vão algumas dicas para os homens, que além de deixá-los mais bonitos, vão ajudar e muito a saúde e a higiene.

rosto é o cartão de visita de todas as pessoas, por isso, é ideal que ele seja cuidado, hidratado e limpado. Uma ótima opção é comprar um creme esfoliante para passar no rosto. Isso vai fazer com que a pele morta da pele saia, que a pele fique mais bonita e vistosa.

Para os homens que tem uma barba mais grossa, o mais recomendado é que faça a barba durante o banho, pois o bafo quente que sai do chuveiro amolece os pelos e abre os poros, fazendo com que a barba saia com mais facilidade, não machucando a pele.

Cuide do seu sono com prioridade, noite mal dormidas vão acabar com a sua aparência além de deixar aquele visual acabado e velho estampado em seu rosto com aquelas “belas” olheiras.

Se você está fora do peso comece hoje mesmo uma dieta e procure uma boa academia, não adianta cuidar da pele e deixar aquela barriguinha de chopp em evidencia sobre o cinto da calça.

Cuidados com as roupas também fazem parte da beleza masculina, sempre as mantenha bem lavadas (e cheirosas) e não use roupas amassadas para sair de casa.

Manter os pelos do corpo sempre bem cuidados é vital para a sua aparência, visite uma depiladora para retirar os pelos das costas que costumam incomodar bastante o gosto feminino. O cabelo também deve ser tratado com muito cuidado, nunca deixe perder o corte e fique atento para a caspa e a oleosidade dos fios.

Cuidados com os dentes, cigarro, café e outras bebidas com corantes deixam os dentes amarelados, se este for o seu caso procure um bom dentista para fazer um clareamento dentário que custa em média entre 500 a 1.200 reais.

Na hora de escolher os perfumes acerte na escolha, deixe as fragrâncias mais leves e frescas para serem usadas durante o dia e os de tons amadeirados para a noite. Quando for para a academia nada de perfume, apenas use um antitranspirante, dê preferencia sem odor.

Procure um dermatologista, ele irá indicar alguns cremes que irão melhorar a pele, como cremes antirrugas, que deixam a pele muito mais jovem.

Procure fazer as unhas com frequência, não é necessário pintar ou retirar as cutículas, o importante é cortá-las bem e deixá-las limpas. Além de ser mais higiênica, a mão vão ficar muito mais bonita.

 

Fonte: http://www.guiadosedutor.com.br/


Ética - um conceito fundamental nos dias atuais

A Ética: é uma parte da filosofia que busca refletir sobre o comportamento humano sob o ponto de vista das noções de bem e de mal, de justo e de injusto, abrangido as normas morais e as normas jurídicas.

As normas morais surgem quando as questões éticas são colocadas pelos indivíduos ou grupos sociais e respondidas apenas por suas consciências (individual e coletiva). As normas da sociedade são os meios pelos quais os valores morais de uma sociedade são expressos e adquirem um caráter normativo, isto é, obrigatório. Normas, normativo, normal, moral e costumes são palavras que estão interligadas em torno da questão ética.

Quando todos aceitam os costumes e os valores morais estabelecidos na sociedade não há necessidade de muita discussão sobre eles. Mas quando surgem questionamentos sobre a validade de determinados valores ou costumes, surge a necessidade de fundamentar teoricamente estes valores vividos de uma norma prática. E, para aqueles que não concordam, a de criticá-los. 

O conceito ética, que vem do grego ethos, mas de um modo geral é comum usar o conceito de ética e moral como sinônimos ou, quando muito, a ética é definida como o conjunto das práticas morais de uma determinada sociedade, ou então os princípios que norteiam estas práticas.Quando se diferencia a ética da moral, geralmente visa-se distinguir o conjunto das práticas morais cristalizadas pelo costume e convenção social dos princípios teóricos que as fundamentam ou criticam. Assim, o conceito de ética é usado aqui para se referir à teoria sobre a prática moral. Ética seria então uma reflexão teórica que analisa e critica ou legitima os fundamentos e princípios que regem um determinado sistema moral dimensão prática.

Não é raro na história o surgimento de filósofos ou profetas que propõem um sistema ético criticando a moral vigente e propondo uma revolução nos valores e normas estabelecidas da sociedade. 

Nós somos seres morais e as comunidades humanas sempre criaram sistemas de valores e normas morais para possibilitar a convivência social, porque somos seres não determinados pela natureza ou pelo destino/Deus. E no processo de conquista da liberdade e do nosso ser descobrimos a diferença entre o ser e o dever-se e a vontade de construir um futuro diferente e melhor do que o presente. Para esta construção não bastam boas intenções, mas também um controle sobre os efeitos não intencionais das nossas ações e o conhecimento de que o questionamento moral pressupõe um conflito entre interesse imediato e a longo prazo e entre interesse particular e o da coletividade.

A consciência ética que surge desse conjunto é diferente de uma simples assimilação de valores e normas morais vigentes na sociedade. Ela surge com a "desconfiança" de que os valores morais da sociedade – ou os meus – encobrem algum interesse particular não confessável ou inconsciente que rompe com as próprias causas geradoras da moral. Ou então surge da desconfiança de que interesses imediatos e menores são colocados acima dos objetivos maiores, os interesses particulares acima do bem da coletividade, ou que é negada aos seres humanos a sua liberdade e a sua dignidade em nome de valores petrificados ou de pseudoteorias. 

Ética é para nós uma dimensão que nos permite o questionamento sobre as práticas, atitudes, regras e ações humanas. Para que este questionamento seja possível é necessário saber qual o critério que estamos usando para avaliar a ação humana. O critério que assumimos é a própria vida humana. Partimos do princípio de que as sociedades existem para garantir a sobrevivência dos seres humanos e, mais do que isso, uma existência digna com acesso a tudo que seja necessário ao seu pleno desenvolvimento. 

A função social da moral é exatamente contribuir na obtenção desse objetivo, normalizando as relações entre os seres humanos entre si, com a comunidade e com a natureza. Sendo assim, a vida deve ser o critério para avaliar as atitudes da sociedade e dos indivíduos. Além desse critério devemos considerar que a ética exige mudanças de atitudes. Hoje mais do que nunca a humanidade se dá conta de que vivemos em um mundo globalizado, onde as ações de um repercutem diretamente na vida dos outros. Esta constatação é mais visível quando pensamos nos problemas ecológicos, no racismo e na guerra, que são todos problemas onde as repostas individuais ou grupais não conseguem resposta construída com a participação de todos os grupos envolvidos. O que exige a construção de uma ética com princípios e valores aceitos por todos e válidos para todos, apesar de todas as diferenças. Igualmente distante do individualismo e do essencialismo está a ética da responsabilidade. Nessa perspectiva cada grupo social determina consensualmente os padrões de conduta que devem ser seguidos pelos indivíduos desse grupo. Estes padrões, porém, não devem ser vistos como universais e imutáveis, mas sim relativos a cada situação determinada e sempre sujeitos a mudanças, caso a comunidade as julgue necessárias.

Fonte: http://aulanaopresencial.blogspot.com.br/2011/11/etica-um-conceito-fundamental-nos-dias.html


Os 15 Sintomas de Deficiência de Ferro

ferro é um importante mineral participante de vários processos em nosso organismo e a sua deficiência provoca a anemia. Isso pode ocorrer desde lactente, infância, adolescência, vida adulta, idoso, gravidez e lactação. O ferro é essencial para a produção dos glóbulos vermelhos, quando seus níveis estão baixos comprometem toda cascata de produção das hemácias. Dentro dos glóbulos vermelhos existe uma proteína chamada hemoglobina que tem na sua estrutura bioquímica a presença de moléculas de ferro e de cobalto.

A hemoglobina é a responsável pelo transporte do oxigênio que respiramos até todas as células do corpo humano. Pois, quando ocorre a diminuição da hemoglobina o transporte de oxigênio fica comprometido e várias consequências danosas serão desencadeadas. As mulheres e as crianças são muito mais propensas a terem deficiente de ferro, mas os homens não estão imunes à deficiência. Então, confira a lista os 16 Sintomas de Deficiência de Ferro.

1. Fadiga: Vamos ser honestos, todos nós estamos cansados, certo? Este é um sintoma complicado de resolver. Você está cansado, porque você precisa de mais ferro para ajudar o seu sangue transportar oxigênio, ou você está cansado, porque seu bebê acordou três vezes na noite passada? Fadiga sozinha pode não apontar para a deficiência de ferro, mas junto com os outros sintomas desta lista, é um sinal de alerta.

2. Dores de Cabeça: Claro, todos nós temos dores de cabeça de vez em quando, mas se você está sentindo dores de cabeça frequentes, juntamente com muitos destes outros sintomas, você pode estar com deficiência de ferro. A deficiência de ferro provoca inchaço na arterial do cérebro.

3. Ansiedade: A deficiência de ferro priva o sistema nervoso simpático de oxigênio, o que pode fazer você se sentir-se ansioso por nenhuma razão.

4. Pele pálida: Algumas pessoas são naturalmente pálidas, mas combinado com outros sintomas desta lista, palidez pode apontar para a deficiência de ferro.

5. Dificuldade em Recuperar a Respiração: Como eu mencionei acima, você precisa de ferro para ajudar o seu sangue a transportar oxigênio para as células. A deficiência de ferro pode fazer você se sentir com a respiração curta ou irregular.

6. Batimentos Cardíacos Irregulares: Anemia por deficiência de ferro a longo prazo pode causar batimentos cardíacos irregulares e outras complicações cardíacas. Ele também pode ser o inicio de problemas cardíacos piores. Se você tem problemas de coração, o seu médico deve verificar o seu ferro regularmente.

7. Pica: Você já ouviu falar que a vontade de mastigar gelo é um sinal de deficiência de ferro? Isso é chamado de pica, e é realmente a vontade de comer um monte de itens não alimentares. Pessoas com deficiência de ferro pode querer comer argila, giz ou papel.

8. Perda de Cabelo: A perda de cabelo é um sintoma de deficiência de ferro grave, quando o seu corpo está trabalhando arduamente para economizar oxigênio. Perder um pouco de cabelo todos os dias, isso não é motivo para se preocupar, no entanto fique atenta.

9. Hipotireoidismo: O Hipotireoidismo é um dos sintomas de deficiência de ferro. Fadiga, ganho de peso, e uma temperatura corporal mais baixo pode apontar para uma disfunção da tiroide. Converse com seu médico se você estiver enfrentando este problema

10. Gravidez: Durante a gravidez, a quantidade de sangue em seu corpo aumenta até que você tenha quase 50 por cento mais do que o habitual. Por isso, e recomendado que faça um exame de gravidez.

11. Inchaço ou lisa língua: Sua língua é realmente um bom barômetro para a sua saúde, e ela pode falar muito sobre a deficiência de ferro. A ferida na língua, inchada, ou extraordinariamente suave pode apontar para a deficiência de ferro.

12.  A doença celíaca ou uma doença inflamatória intestinal: Estas doenças podem tornar difícil a absolvição de alguns nutrientes, incluindo o ferro. Você pode precisar comer mais ferro ou tomar um suplemento para manter os níveis saudáveis.

13. Infecções frequentes, devido à baixa da imunidade.

14. Falta de apetite.

15. Tonturas e sensação de desmaio.

O tratamento para a deficiência de Ferro é bem simples, o princípio é repor a necessidade imediata de ferro do organismo. Por meio da alimentação ou por suplementos. Porém, A falta de ferro no sangue pode estar relacionada à má alimentação, isto é, uma alimentação pobre em ferro ou à perda de grandes quantidades de sangue. Que podem ser através de grande fluxo durante menstruação ou hemorragia.

 

Fonte: www.saudedica.com.br