Alterar Região
Categorias

Notícias em O melhor do bairro de Centro, Conselheiro Lafaiete, MG

sexta-feira, 17 de abril de 2015
Prefeito anuncia reajuste salarial do funcionalismo em Lafaiete
quinta-feira, 16 abril 2015 / 17:00 
 
 
 

O prefeito de Conselheiro Lafaiete convocou entrevista coletiva para a manhã desta quinta-feira (16/04), na qual técnicos da administração e dr.Ivar (PSB) fizeram um raio X da atual situação financeira do município. Na região, gestores de cidades como Congonhas e ouro Branco, que dependem diretamente dos setores siderúrgico e mineral, declararam que se encontram em situação financeira delicada, o que provocou drásticas reduções de despesas.

DSC_6349

Em sua fala, Ivar fez questão de frisar que Lafaiete não está imune aos reflexos da crise, mas se preparou com antecedência para enfrentar seus efeitos: “Em outubro do ano passado criamos uma comissão de gestão financeira e orçamentária já prevendo que 2015 seria caótico. A economia não avançou, o país não cresceu e ninguém paga hoje pela lista de compras o mesmo valor que pagou ontem. Subiram muito os preços da energia, água, combustíveis e medicamentos. Enxugamos a máquina pública, economizamos em diversos setores sem trazer sofrimento e chegamos a números satisfatórios.”

Apesar do aperto financeiro, dr. Ivar confirmou que os servidores públicos municipais terão os salários reajustados em 8,42% com base na inflação calculada pelo INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor), considerado o mais elevado entre os indicadores oficiais.

Além disso, o vale-alimentação terá um acréscimo de 32%, equivalente à R$55,00 passando para R$225,00. O prefeito fez questão de salientar que o benefício, criado em 2010, sofreu um acréscimo de 125% nos três primeiros anos da atual administração: “Reafirmo que aumento real como o de 125% no vale-alimentação não houve em lugar nenhum do país. Criamos também outros incentivos, promovendo acesso ao entretenimento e lazer para os servidores e suas famílias nos clubes sociais com pequeno custo financeiro. Fazemos isso em respeito a você, servidor, que colabora com a administração; este é nosso papel”, concluiu o prefeito.

Fonte: Fato Real

 

quarta-feira, 15 de abril de 2015
Projeto Anda Lafaiete promove nova opção de turismo

2101

Conhecer e caminhar pela zona rural de Lafaiete pode ser além de uma prática saudável, uma opção de turismo. Esta é a visão da Gerência de Turismo, da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, que criou o projeto Anda Lafaiete.

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico,  em parceira com o Circuito Villas e Fazendas de Minas realizou no último domingo 12/04, mais uma edição doAnda Lafaiete. O projeto tem o objetivo de promover caminhadas nas estradas que cortam as zonas rurais do município.

DSCN2096

Nesta etapa participaram 42 caminhantes que percorrem a estrada que liga a localidade de São Vicente ao município de Santana dos Montes. Ao todo foram 12 km de caminhada com um trajeto cercado por belas paisagens.

DSCN2094

Ao longo do trajeto os caminhantes tiveram o suporte de um veículo cedido pelo Circuito Villas e Fazendas de Minas.

DSCN2103

O secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Alessandro Dalla Vedova ressaltou a importância do evento como forma de fomentar novas alternativas de turismo no município. “A caminhada nas estradas rurais é uma opção de turismo que poderá possibilitar também o fomento da economia nas localidades beneficiadas pelo projeto Anda Lafaiete”, afirmou. 

Fonte: Fato Real

terça-feira, 14 de abril de 2015
CEP único atrasa entrega de correspondências em Lafaiete

Os atrasos na entrega de correspondências e encomendas via Correios em Lafaiete levaram representantes da empresa à Câmara Municipal, para discutir as constantes reclamações dos lafaietenses. Eles afirmaram que a situação está normalizada e diversos bairros, alvos de queixas, já estão sendo atendidos.

Mas o principal problema levantado na reunião com os vereadores, foi que Lafaiete tem um CEP único, o que atrasa a entrega de correspondência. Segundo representante da empresa estatal, desde 2006, os Correios iniciaram um camara-285x195trabalho minucioso de organização, levantamento de ruas, codificação de logradouros e de bairros para implantar um  novo sistema de cepeamento por rua, o que agilizaria a entrega. Assim cada rua teria um CEP específico. “Hoje a triagem é feita por memorização e um carteiro gasta até 35 minutos para triar as correspondências. Com o CEP por ruas este espaço de tempo cairia para menos de 5 minutos”, explicou.

Segundo ela, Lafaiete não tem um mapa digitalizado o que dificulta a implantação do novo sistema. “Com o CEP por ruas teríamos as entregas pela parte da manhã ampliando os serviços. Estou pedindo apoio dos vereadores para com concluirmos este trabalho”, completou. A principal vantagem do cepeamento por rua é que a carga já vem separada por faixa de CEP, reduzindo o tempo de tratamento da carga e aumentando capacidade de distribuição. Diante das dificuldades, as entregas são realizadas somente na parte da tarde.

O projeto do cepeamento por rua já está em andamento, porém devido a amplitude do trabalho ainda não foi finalizado. O prazo final de conclusão é 31 de dezembro deste ano.

Câmara já iniciou levantamento de ruas

Segundo o diretor da Câmara, Anderson Tavares, em meados de 2013 a Câmara Municipal de Lafaiete designou uma de suas servidoras para realizar um levantamento minucioso e criterioso de toda legislação municipal referente à denominação de logradouros públicos, o que envolve não apenas conferir as leis, mas, também, realizar visitas “in loco” dos logradouros para verificar os seus reais limites e se são realmente identificados como a lei estabelece, ou se a denominação do logradouro se deu pelo costume.

“Na verificação da legislação, além de visar a correção das denominações, eliminando a duplicidade de nomes em um mesmo logradouro ou a mesma denominação em dois logradouros diferentes, busca-se, também, legitimar as denominações que ocorreram de fato (costume), por meio da edição de lei. Como é um trabalho que não é possível ser realizado a muitas mãos, pois, aquele que o realiza precisa sempre ter a visão do todo, trata-se de um trabalho muito volumoso. Contudo, sua conclusão está próxima, havendo a previsão de ocorrer ao final deste mês”, informou Tavares.

Depois do trabalho concluído resultará em um Projeto de Lei visando a aprovação da “Lei do Abairramento”. Esta legislação definirá quais são os bairros da cidade e quais os logradouros que pertencem a estes bairros.  Resultará também na definição de qual trecho de uma rua ou avenida faz parte de determinado bairro, proporcionando, assim, a possibilidade de implantação do cepeamento pretendido pelos Correios. “Certamente será um dos trabalhos mais significativos realizados pela Câmara Municipal de Conselheiro Lafaiete, refletindo a importância do órgão na regulamentação e organização deste sistema vivo, orgânico, e dinâmico que é o município”, concluiu Tavares.

Atualmente a estrutura dos Correios em Lafaiete funciona com 52 funcionários, sendo 42 carteiros. No mês de março, segundo a assessoria de comunicação da empresa, foram entregues em média quase 27 mil correspondências.

Fonte: Fato Real

segunda-feira, 13 de abril de 2015
Representantes da prefeitura vão à Câmara esclarecer critérios de concurso público

Type the title here

Atendendo a convocação do Legislativo, compareceram à Câmara de Vereadores na quinta-feira, 09/04, o secretário de Administração, José Célio Fonseca da Cunha, o procurador do Município, Luiz Antônio de Andrade, e Maria do Carmo Camargos Barros, diretora do departamento de recursos humanos da prefeitura. Os três responderam a perguntas dos vereadores e esclareceram dúvidas sobre o concurso público aberto pelo município. Houve perguntas relacionadas ao custeio do concurso, por que não foram incluídos cargos como o de fiscal e qual é a previsão de chamada dos aprovados.

José Célio reafirmou que o concurso é mais um esforço da atual gestão para extinguir os contratos temporários no âmbito da administração municipal. O secretário assegurou que não haverá aumento de gastos com a folha de pagamento em função do concurso, já que os servidores com contratos temporários darão lugar aos concursados. Contratações temporárias ocorrerão somente em situações excepcionais.

Educação

Respondendo ao vereador Antônio Severino (PT), o procurador Luiz Antônio de Andrade informou sobre o preenchimento das vagas de professores: “A nosso ver de maneira irresponsável, administrações passadas vinham renovando contratos temporários de professores que trabalhavam como efetivados. Desde o ano passado estamos transformando estes cargos em efetivos nomeando candidatos aprovados no concurso de 2009. Serão mantidos os contratos temporários somente em casos excepcionais, como exemplo, para atendimento de alunos especiais que necessitam de orientação pedagógica específica porque não há como criar cargos efetivos para atendê-los.” Segundo o procurador, outra situação em que será mantida a contratação temporária de professores é para a substituição de concursados afastados por licença médica ou gravidez. Ainda respondendo ao vereador Toninho do PT, o procurador dsse que presos não condenados estão impedidos de prestar o concurso por força de restrição imposta pela legislação criminal.  Ao justificar a não inclusão de vagas para fiscal, agente de trânsito, guarda municipal e outros setores do município que necessitam ampliar o quadro de servidores, Luiz Antônio de Andrade explicou que o objetivo inicial do Executivo Municipal é não gerar aumento de despesas e legalizar a situação de servidores contratados  efetivando-os nos cargos.

Inscrições

As inscrições para o concurso público da prefeitura de Lafaiete permanecem abertas até o dia 05 de maio e podem ser feitas pessoalmente ou via internet. O ideal é que o candidato se inscreva via internet acessando o site: 
www.ufsj.com.br.

Quem não tem acesso a internet pode procurar o ponto de apoio para inscrição que funciona na Secretaria municipal de Educação, situada à praça Barão de Queluz nº 11, no centro, todos os dias úteis das 13 às 17:00. O valor da taxa de inscrição varia conforme o cargo pretendido, de R$ 25, 00 a R$120,00.

Fonte: Fato Real

sábado, 11 de abril de 2015
Infestação de carrapatos alarma moradores do bairro Resende

 cozinha carrapato chão
Os carrapatos estão em todos os cômodos das casas

Moradores da rua Aminadab Lopes Tinoco, no bairro Resende, em Conselheiro Lafaiete, sofrem há uma semana com uma infestação de carrapatos que tomougeraldoconta de algumas residências. A casa mais atingida é a de Geraldo Guadalupe de Miranda. Morador do nº 445 daquela rua há 15 anos, Geraldo contou ao Portal de Notícias Fato Real que jamais havia enfrentado situação semelhante: “Desde sábado (4) gastei três vidros de veneno e não consegui acabar com os carrapatos. Liguei para a Polícia Militar, o Corpo de Bombeiros e o Centro de Zoonoses, mas ninguém fez nada. Nos fundos da minha casa tem um lote da prefeitura usado por uma pessoa para criar animais, mas que não cuida, não limpa, nem capina. A prefeitura também não cuida do rio; faz muitos anos que ele não é limpo.” Na residência do senhor Guadalupe há carrapatos por toda a parte e se alastram por residências vizinhas.

porta da cozinha

sebastiao almeidaResidente há 34 anos no nº 435 da rua Aminadab Lopes Tinoco, Sebastião de Almeida Teixeira frisou que, ao contrário dolucimara ramos vizinho, que mora sozinho e foi para a casa do pai após contratar uma empresa para dedetizar a residência, ele não tem para onde levar os cinco membros de sua família e, portanto, não pode tomar a mesma providência. Sebastião aproveitou para denunciar irregularidades envolvendo o descarte do esgoto pela Copasa: “A Copasa tira o esgoto de nossas casa e joga no córrego que passa no fundo deste lote. A rede está toda arrebentada. Já reclamamos várias vezes e eles não vêm consertar.”

Por causa deste córrego poluído, não apenas os carrapatos, mas também ratos e cobras costumam visitar as residências, como relatou a moradora do nº 425, Lucimara Ramos de Paula: “Temos meninos pequenos e ficamos em pânico. A sujeira é horrorosa, o lote vago está cheio de mato e o córrego dos fundos corre a céu aberto. Na minha casa ainda não tem carrapato, mas já apareceram cobras destas menores. Moro aqui há 33 anos e a situação é a mesma. Ninguém resolve nada.”

Nossa reportagem procurou diversos setores da prefeitura municipal, mas nenhum se pronunciou sobre o assunto.

janela

Carrapatos estão nas janelas, portas, entradas das casas e dentro das residências

Fonte: Fato Real

 

1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | Próximo >