Categorias

História - O melhor do bairro de Coxipó da Ponte, Cuiabá, MT

 

ORIGENS DO BAIRRO

Coxipó da Ponte 

Os primeiros indícios de bandeirantes paulistas na região onde hoje fica cidade datam de entre 1673 e 1682, quando da passagem de Manoel de Campos Bicudo pela região. Ele fundou o primeiro povoado da região, onde o rio Coxipó deságua no Cuiabá, batizado de São Gonçalo.

Em 1718, chega ao local, já abandonado, a bandeira do sorocabano Pascoal Moreira Cabral. Em busca de indígenas, Moreira Cabral sobe pelo Coxipó, onde trava uma batalha, perdida, com os índios coxiponés. Com o ocorrido, voltam e, no caminho, encontram ouro. Deixam, então, a captura de índios para se dedicar ao garimpo. Pascoal Moreira foi eleito, em uma eleição direta, em plena selva, em 1719, comandante da região de Cuiabá. Fonte:http://pt.wikipedia.org (Fotos: domínio público)

HISTÓRICO DA REGIÃO SUL DE CUIABÁ (Fonte: Prefeitura Municipal de Cuiabá

LEI N° 1.021, DE 21 DE SETEMBRO DE 1929

O Dr. Mário Corrêa da Costa, Presidente do Estado de Mato Grosso.

Faço saber que a Assembléia Legislativa decretou e eu sanciono a seguinte Lei:

Artigo 1° - Ficam criados os distritos de paz de COXIPÓ DA PONTE, município da Capital com os seguintes limites desde a cabeceira principal do córrego Barbado e por este abaixo até o lugar denominado Morrinho, dahí, por uma resta até o lugar denominado Curralinho, a margem do Ribeirão Aricá, e dahí ou resta até a rais da barra, dahí ao lugar denominado, Cabral até a povoação do Coxipó do Ouro, e dahí pela estrada geral até o ponto de partida, e o de, no município de Ponta Porã, tendo os mesmos limites de distrito policial de mesmo nome.

§ 1° - O novo Distrito de paz de Juty terá sua sede na povoação de Carapó, onde lhe fica reservada, para constituir seu patrimônio a área de 300 hectares, com limites que serão fixados na respectiva demarcação.

§ 2° - Os distritos de paz, ora criados, serão instalados no dia 1° de janeiro de 1930, Nomeando o Poder Executivo os respectivos, Juízos de Paz e seus Suplentes.

Artigo 2° - Fica também o Poder Executivo autorizado a nomear os Juizes de Paz e seus suplentes, nos distritos de pas criados pela Lei n° 1.012 de 1928, onde foram efetuadas, as eleições na data fixada pelo artigo 6° da sancionada Lei e a instalar esses distritos no dia 1° de janeiro de 1930.

Artigo 3° - Revogam-se as disposições em contrário.

Mando, portanto, a todas as autoridades a quem o conhecimento e menção da referida Lei pertencer, que a cumpram e façam cumprir fielmente.

O Diretor da Secretaria da Presidência do Estado a faça , publicar e correr.

Palácio da Presidência do Estado, em Cuiabá, 21 de Setembro de 1929, 1° da Republica.

Mario Correa da Costa
Armando de Souza 

 

CURIOSIDADES 

SOBRE A PONTE DO RIO COXIPÓ...

 

A ponte de Ferro do Coxipó foi inaugurada em 20 de junho de 1897. Sua estrutura metálica foi importada da Inglaterra, e sua construção seguiu o sistema  EIFFEL. Ela foi assentada sobre pilares de pedra canga, cimento e alvenaria, estabelecendo a ligação do Distrito do Coxipó à Cuiabá, facilitando o acesso da população e o trânsito de mercadorias e outras regiões do Estado.

No dia 20 de julho de 1984, a Ponte de Ferro foi tombada como legado histórico ao futuro do Estado. Neste mesmo ano, devido ao crescimento acelerado de Cuiabá, tornou-se necessária a construção de uma nova ponte, que tivesse mão-dupla e suportasse o peso de veículos e equipamentos de construção. Graças a mobilização da sociedade, a rodovia com a nova ponte contornou a Ponte de Ferro, preservando anos de história. Porém em 1995, a antiga ponte foi arrastada por uma enchente.

 

RESTAURAÇÃO: O Governo de Estado reconhece a importância histórica e o valor arquitetônico da Ponte de Ferro do Coxipó. As estapas da obra incluíram restauração das partes metálicas que estavam submersas e nas margens do rio, recuperação dos pilares de sustentação, paisagismo e comunicação visual.