Categorias

História - O melhor do bairro de Penha, Rio de Janeiro, RJ

 

HISTÓRIA DA PENHA

 

 Igreja da Penha


A Igreja da Penha é hoje um santuário situado no cimo de um outeiro de pedra, na estação do subúrbio da Estrada de Ferro Leopoldina ao qual empresta o nome, próxima da estrada que, partindo da Capital, vai dar em Petrópolis. A construção do templo data de 1635, pelo Capitão português Baltazar de Abreu Cardoso, senhor abastado, proprietário de uma grande quinta, dentro da qual se achava o penhasco. A ocupação do bairro da Penha se deu em 1670, quando a Igreja da Penha foi ampliada e, cinco anos mais tarde, com a inauguração de sua longa escadaria - que dizem ter 365 degraus -, facilitou o acesso dos romeiros, que com devoção subiam, escalavrando joelhos, pagando promessas, resgatando pecados, salvando almas. No final do Século XIX, a Estrada de Ferro do Norte chegou à Penha e, no início do Século XX, foi a vez do bonde elétrico. A oferta de transporte só fez aumentar ainda mais o número de romeiros na região.


Curtume Carioca


Em 1920, do lado oposto da Igreja, foi implantado o Curtume Carioca, que com seu apito caracteristico,chamava à obrigação do trabalho, uma indústria de curtumes, peles e comércio de couros e similares, com construção em estilo Art nouveau. Marcando o caminho, da Estação Ferroviária até a sua porta, foram plantadas Palmeiras Imperiais. Já enfrentando retração do mercado, pelo surgimento do produto sintético e em função da crise econômica vivida pelas indústrias nacionais, as atividades do Curtume foram encerradas em 1990. O epílogo da história do Curtume Carioca ocorreu em 1998, quando foi decretada a falência. Hoje o local se encontra em processo de demolição, e deve abrigar uma vila olímpica, que deve ajudar a lançar uma nova safra de craques do esporte, algo característico do bairro. Do bairro surgiram os jogadores de futebol Romário, Gonçalves e Adriano.


Emancipação


No dia 22 de julho de 1919, o bairro da Penha foi emancipado da Freguesia de Irajá, a partir do Decreto nº 1376. Reconhecido seu valor histórico e cultural para a Cidade, no mês de junho de 1990, a Igreja da Penha foi tombada mediante o Decreto Municipal nº 9413 de 1990.


Hospital Getúlio Vargas e Parque Ary Barroso


O Hospital Estadual Getúlio Vargas, fundado em 3 de dezembro de 1938, e o Parque Ary Barroso se encontram em um terreno doado pela família do pioneiro Lobo Júnior, conhecido como Chácara das Palmeiras. Nesse bairro, o espírito cultural ainda tenta sobreviver nos eventos: Festa da Penha (no início do século XX, o primeiro samba gravado "Pelo Telefone" de Donga foi lançado nesta festa), uma festa colorida, com suas barraquinhas; com música sempre alegre e que envolve os corpos na malemolência da dança. “Por isso, agora, lá na Penha vou mandar, minha morena pra sambar…”. Estes versos de Noel Rosa imortalizaram o bairro da Penha e sua festa famosa, onde por décadas e décadas pontificaram os maiores sambistas do Rio.

Fonte : Wikipédia

 

ESTAMOS AGORA NO ANO DE 2009 E O BAIRRO DA PENHA POSSUI UM COMÉRCIO BEM DIVERSIFICADO ATENDENDO AO MORADORES SEM PRECISAREM PROCURAR O QUE DESEJAM EM OUTROS BAIRROS . O BAIRRO DA PENHA HOJE POSSUI: ACADEMIAS, salão de beleza, shopping leopoldina ,advogados, centro odontológico, óticas, perfumarias, lojas de cosméticos, podologia,clínica médica,