Alterar Região
Categorias

Resgate de Animais, em Taboão, São Bernardo do Campo, SP

Resgate de animais, Encontre o melhor sobre Animais Resgate em Taboão, São Bernardo do Campo, SP - O Melhor do Bairro Taboão - Tudo que você procura encontra primeiro aqui.
Aqui você vai encontrar:
- ONGS QUE RESGATAM ANIMAIS
- Animais sem Teto
- VETERINÁRIA RIBEIRÃO - Dr. José Alberto / Dra.
- ONGS QUE RESGATAM ANIMAIS

ONGS QUE RESGATAM ANIMAIS

ONGS QUE RESGATAM ANIMAIS
ONGS QUE RESGATAM ANIMAIS
resgate em Taboão - São Bernardo do Campo / SP

AS ONGs QUE RECOLHEM E BUSCAM NOVOS LARES PARA ANIMAIS ABANDONADOS

UIPA (União Internacional Protetora dos Animais)
www.uipa.org.br
       (11) 3228-1462                         (11) 3313-1475            

Elas recolhem animais das ruas, geralmente vítimas de maus tratos, violência, atropelamento e abandono. Cuidam, dão vacinas, aplicam vermífugo e castram o bichinho. Depois, promovem campanhas para adoção, sejam feiras ou divulgando nos próprios sites. Selecionamos cinco ONGs onde você pode encontrar o seu futuro amigo peludo.

 

Clube dos Vira-Latas – São Paulo (SP)
www.clubedosviralatas.org.br
Tem 400 cães à espera de uma nova família. Depois de serem resgatados e cuidados, eles ficam no abrigo da entidade, em Ribeirão Pires. A ONG existe há 9 anos e realiza feiras para adoção. Marcelo Glauco, diretor de marketing e divulgação, diz que o Facebook foi um divisor de águas nas campanhas. A rede social é usada para divulgar as campanhas de doação e até 70% dos bichinhos são adotados nas feiras. No site há fotos dos animais disponíveis, todos castrados, vacinados e vermifugados, e informações para colaborar com a ONG, desde doações em dinheiro até como se tornar voluntário. A ONG já mandou um cãozinho para o Recife (PE), onde foi adotado por uma família que, navegando pelo site, se interessou pelo mascote. Para ficar por dentro das feiras, basta seguir a ONG no Facebook. Quem preferir também pode buscar o animalzinho no abrigo. Todos os adotantes recebem um termo de adoção e são conscientizados sobre a posse responsável.

Projeto CEL (Casa Esperança e Liberdade) Para Animais Carentes – São Paulo (SP)
www.projetocel.org.br
Passa de 1.100 o número de animais, entre cães e gatos, doados pela ONG presidida por Eliete Brognoli só este ano. Mas a entidade ainda tem pelo menos 450 bichinhos aguardando por adoção. Vacinados, castrados e com a dose de vermífugo em dia, eles vão para as feiras que acontecem todos os sábados e domingos na loja Pet Center Marginal, na Marginal Tietê, 1.795, das 14h às 20h. O adotante precisa ser maior de 18 anos, apresentar CPF, documento de identidade e um comprovante de endereço, além de passar por uma entrevista antes de levar o amigo peludo para casa. O CEL coleciona histórias de sucesso, como o caso do pit bull Romeu, que chegou ao abrigo com sinais de maus tratos, cego de um olho e com uma das patas amputada. Foi adotado após dois anos e sua nova dona também acolheu outros dois animais deficientes.

Adote Um Gatinho – São Paulo (SP)
www.adoteumgatinho.org.br
O site da ONG traz fotos fofas dos gatinhos que esperam adoção (são 350 no total). Susan Yamamoto, presidente, esclarece que o Adote um Gatinho não faz feira. “Somos extremamente neuróticas para saber quem vai cuidar dos nossos gatinhos. Em feiras, muita gente passa e adota por impulso e a gente gosta de conversar sobre várias questões e ir conhecer a casa da pessoa antes de entregar os gatos.” Para adotar, é preciso acessar o site, escolher um gatinho e preencher o formulário de adoção. “Por retirarmos os animais das ruas sabemos o que eles sofrem: são atropelados, envenenados, pegam doenças, acabam maltratados pelas pessoas. Acreditamos, por esses motivos, que lugar de gato é dentro de casa. Então, somente doamos para pessoas que se comprometam a deixar o gato dentro de casa”, afirma. Passando nos critérios de adoção, as protetoras fazem uma vistoria para averiguar a segurança da casa e entregam o gatinho. “Não cobramos nenhuma taxa, mas queremos a certeza de que nossos gatinhos serão amados e estarão seguros nas novas casas”, enfatiza.

Vira Lata Vira Vida – Piracicaba (SP)
www.viralataviravida.org.br
A ONG mantém o sistema de adoção à distância. O adotante colabora com uma quantia mensal para o animal ficar no abrigo e pode buscá-lo para passar os finais de semana, levar ao pet shop ou passear. Quem faz isso, diz Miriam Miranda, presidente, geralmente são pessoas que não podem ter o animal em casa. A grande preocupação da entidade é a inclusão de cães com deficiência. “Cães deficientes necessitam de uma adoção um pouco mais criteriosa. A família tem que estar preparada para conviver com limitações e as marcas do animal”, explica. A ONG que ganhou notoriedade nacional por abrigar o rottweiler Lobo, que morreu após ser arrastado por uma caminhonete conduzida pelo próprio dono, em Piracicaba, possui 390 cães para adoção e não trabalha com feiras. Os interessados devem ir até o local e a doação só é feita depois de uma entrevista rigorosa, em que se investiga se o adotante tem condições de receber o animal.


UIPA (União Internacional Protetora dos Animais)
www.uipa.org.br
Com mais de 100 anos, é a mais antiga associação civil brasileira, sem fins lucrativos, que instituiu o movimento de proteção animal no país. A UIPA acolhe, recupera e encaminha à adoção mais de mil animais anualmente. Luta contra a exploração, o abandono e a crueldade que vitimam os animais, atua na divulgação e reconhecimento de seus direitos e acompanha cumprimento das leis que os protegem. Tem unidades por todo o Brasil.

 ADOTE UM ORFÃO

Mas antes de sucumbir aos olhinhos carentes de um animal abandonado, saiba como não transformar a adoção em frustração. Quem é pai sabe como é complicado resistir aos apelos dos filhos. Igualmente difícil é não se derreter com o olhar pidão dos bichinhos que esperam por adoção nas dezenas de ONGs (Organizações Não Governamentais) ocupadas em cuidar de animais abandonados e encaminhá-los para um novo lar. Saber como agir quando essas duas situações se encontram é o desafio de muitas famílias. É preciso estar preparado para não deixar que a adoção seja um desastre, nem para a família, nem para o animal. Graças ao bom trabalho de divulgação das ONGs, a alternativa da adoção é cada dia mais atraente para muitas famílias. Adotar reúne o desejo de ter um pet com a oportunidade de praticar uma boa ação. Existem milhares de cães e gatos em abrigos espalhados Brasil afora. Quase todos têm histórias de abandono, maus tratos, atropelamentos e outras trajetórias tristes.

Nas ONGs, os bichinhos recebem cuidados, carinho e amor. São vacinados, vermifugados, castrados e assim se tornam preparados para a adoção. Mas o que é possível saber sobre o estado de saúde, nem sempre dá para prever com relação ao temperamento do animal. Segundo Cláudia, é difícil avaliar a personalidade de um bicho em abrigo e dizer se ele é calmo, agitado ou de guarda, se destrói sofá ou rouba comida. “Essas informações podem ser obtidas com quem está com esses animais, mas mesmo assim, as ONGs costumam ter muitos bichos e nem elas, às vezes, têm condição de saber”, diz.

Por isso, o adotante precisa ser paciente, persistente e ter a certeza da adoção. Mesmo cães encontrados na rua, já adultos e precisando de ajuda, podem no início aprontar umas e outras. Mas depois de perceberem que a vida melhorou, passam a entender a dinâmica da casa, aprendem a se comportar e até surpreendem com a esperteza de perceber como agir, agradar e curtir a nova família.

“Quanto aos filhotes, é difícil dizer como eles serão, pois boa parte de seu comportamento depende de como vão ser criados”, informa Cláudia. Se você é leigo no assunto, vale ficar de olho nas dicas da veterinária ao visitar um abrigo. O bichinho não pode apresentar nenhum tipo de secreção em olhos, nariz ou genitais. Os pelos devem ser brilhantes e sem falhas. O gatinho ou o cachorrinho não pode parecer apático o tempo todo (leve em consideração que ele pode estar cansado de estar em uma gaiola, mas um bichinho saudável fica feliz quando recebe atenção).

Você está preparado para adotar um animalzinho?
Conselhos e orientações para evitar frutrações na hora de levar um animalzinho abandonado para sua casa

Você está preparado para adotar um pet? A pergunta parece fácil de responder. Mas cuidar de um animal exige dedicação e deve ser uma decisão bem pensada para não provocar mais sofrimento para o animal nem frustrações na família, crianças, sobretudo.

Para evitar que a adoção ocorra no impulso, é bom saber se você está preparado para ter um mascote em casa. Observe alguns itens:

Antes de adotar, avalie:
- Se a casa e todos os membros da família querem um novo amigo
- Se existe tempo no dia a dia para dar atenção ao bichinho
- Se as despesas que ele pode dar cabem no orçamento
- Não se esqueça de situações como viagens e visitas em casa. Onde ele vai ficar? Quem vai cuidar?


Mais sobre adoção de pets órfãos:
Adote um pet órfão
ONGs que recolhem animaizinhos abandonados

Ao adotar:
- Confie na empatia. Escolha aquele com quem você mais se identificar
- No caso dos filhotes, nem sempre se sabe o tamanho que vão ficar. Às vezes, eles crescem mais do que se espera
- Os peludinhos dão mais trabalho para cuidar. Tem que escovar para evitar nós e tosar periodicamente, dependendo da raça

- Os adultos geralmente já têm suas manias. Pergunte se uma delas não é morder ou fugir (os fujões dão um pouquinho de trabalho)

- Atente para vermifugação, vacinação e castração. Pergunte sobre tudo isso e saiba o que foi feito ou não

Depois de adotar:
- Leve ao veterinário para um exame geral. Aproveite para tirar todas as dúvidas de saúde e cuidados com seu mascote

- Estabeleça os limites quanto à educação logo no primeiro dia do bichinho na nova casa

- E aproveite a companhia desse novo amigo

ONGS QUE TRABALHAM COM ADOÇÃO:

Clube dos Vira-Latas – São Paulo (SP)
www.clubedosviralatas.org.br

Projeto CEL (Casa Esperança e Liberdade) Para Animais Carentes – São Paulo (SP)
www.projetocel.org.br

Adote Um Gatinho – São Paulo (SP)
www.adoteumgatinho.org.br

Vira Lata Vira Vida – Piracicaba (SP)
www.viralataviravida.org.br

UIPA (União Internacional Protetora dos Animais)
www.uipa.org.br

Clique e deixe seus dados para que possamos entrar em contato.
Encontre-nos
São PauloSão Paulo
São Paulo SP



Horário de funcionamento:
  • Segunda-Sexta 08:00 - 18:00

COMENTÁRIOS SOBRE ONGS QUE RESGATAM ANIMAIS

Deixe seu comentário sobre este anunciante
Nenhum comentário
      

resgate em Taboão - São Bernardo do Campo / SP (proximidades)

ONGS QUE RESGATAM ANIMAIS

ONGS QUE RESGATAM ANIMAIS

RESGATE DE ANIMAIS EM SÃO PAULO

São Paulo Ermelino Matarazzo, São Paulo SP



 Ver Telefone  Contato  Ver no mapa

 Veja os comentários sobre ONGS QUE RESGATAM ANIMAIS
      
Animais sem Teto

Animais sem Teto

Animais sem Teto no Hauer

Bairro, Celulares: (041) 8853-6165 / 8874-9644 Hauer, Curitiba PR



 Ver Telefone  Contato  Ver no mapa

 Veja os comentários sobre Animais sem Teto
      
VETERINÁRIA RIBEIRÃO - Dr. José Alberto / Dra. Kelly dos Santos

VETERINÁRIA RIBEIRÃO - Dr. José Alberto / Dra. Kelly dos Santos

Clínica Veterinária, Resgate, Especialidades Veterinárias

Av. Francisco Monteiro, 81 , Emergência (11)97415-3793 Centro, Ribeirão Pires SP


 Ver Telefone  Contato  Ver no mapa

 Veja os comentários sobre VETERINÁRIA RIBEIRÃO - Dr. José Alberto / Dra. Kelly dos Santos
      
ONGS QUE RESGATAM ANIMAIS